ANGOLA. Cerca de 200 construções, entre casas, escolas e igrejas, foram destruídas pelas fortes chuvas que caíram nos últimos dias em dois municípios da província angolana do Uíge.

No município de Sanza Pombo há registo de 74 famílias que perderam as casas e que, segundo a administração municipal, necessitam de apoio imediato, além da destruição de escolas e igrejas

Cenário idêntico em Milunga, igualmente província do Uíge, em que as chuvas destruíram três escolas primárias, três igrejas, um centro médico e cerca de 110 casas de construção artesanal.

A última época das chuvas em Angola provocou 270 mortos e 321 feridos, de acordo com dados do Serviço Nacional de Protecção Civil (SNPCB) e Bombeiros.

Partilhe este Artigo