ANGOLA. Uma campanha, mais uma, de vacinação massiva contra a febre-amarela em Angola arranca na segunda-feira. Devem beneficiar desta acção 2,9 milhões de pessoas, em 22 novos municípios.

O objectivo, de acordo com o governo, é “contribuir para a prevenção do surgimento de novos casos” de febre-amarela, epidemia que desde 5 de Dezembro já matou 369 pessoas, tendo ainda provocado, até 4 de Agosto, 3.867 casos suspeitos. Estes são números oficiais. Os verdadeiros ficam mo segredo do deus que é dono do país, José Eduardo dos Santos.

Assim, até 25 de Agosto, a campanha de vacinação inclui “municípios prioritários com alto risco de transmissão local e zonas fronteiriças”.

“Esta campanha ocorre num momento em que Angola continua determinada em consolidar os progressos realizados desde o início da campanha de vacinação lançada em Fevereiro deste ano e que permitiu vacinar até esta data mais de 13 milhões de pessoas contra a febre-amarela, em 51 municípios”, recorda o Ministério da Saúde.

Partilhe este Artigo