EUA. O chefe da rede terrorista Al-Qaida, Ayman al-Zawahiri, ameaçou os EUA dizendo que pode repetir “milhares de vezes” os ataques do 11 de Setembro. Foi num vídeo difundido por ocasião do 15º aniversário dos mortíferos atentados de Nova Iorque.

O 11 de Setembro “é o resultado dos vossos crimes contra nós”, afirmou Al-Zawahiri dirigindo-se aos EUA, num vídeo difundido em sítios ‘jihadistas’ na internet. O islamita radical egípcio assinalou que “os crimes prosseguem” e que o 11 de Setembro “vai repetir-se milhares de vezes”.

No 11 de Setembro de 2001, dois aviões comerciais foram desviados e precipitados contra as torres gémeas do World Trade Center em Nova Iorque, com um balanço de 2.753 mortos. No mesmo dia, um terceiro avião despenhou-se na Pensilvânia e outro aparelho no Pentágono, arredores de Washington.

No vídeo, Al-Zawahiri evoca a política dos EUA face aos países árabes e muçulmanos, condenando a sua ocupação dos territórios destes países e o seu apoio a governos “criminosos e corruptos”.

Estas ameaças surgem no momento em que responsáveis norte-americanos referiram que os EUA estão aptos para se proteger dos ataques ‘jihadistas’ sofisticados apesar de permanecem vulneráveis às operações mais rudimentares efectuadas por extremistas locais.

Partilhe este Artigo