ANGOLA. Na sequência da Assembleia Constituinte da Academia Angolana de Letras (AAL), realizada no passado dia 7 de Julho de 2016, em que os membros aprovaram o Manifesto, a Comissão Instaladora convoca todos os órgãos da Comunicação Angolana e demais interessados, para uma conferência de imprensa, que terá lugar dia 1 de Setembro, quinta-feira, às 11 horas, na sede da União dos Escritores Angolanos (UEA).

A conferência de imprensa é o prelúdio do pleito eleitoral que se realiza no sábado, dia 3 de Setembro, na UEA, com vista à eleição dos corpos gerentes da AAL, nomeadamente a Mesa da Assembleia-Geral, o Conselho de Administração e o Conselho Fiscal.

O escritor Boaventura Cardoso, na sua qualidade de membro da Comissão Instaladora, fará, nesta conferência, uma abordagem geral dos resultados da fase preparatória da Comissão, a estrutura da futura Academia de Letras, os seus órgãos e tecerá considerações sobre o plano de acção da Lista Única. Também participarão o escritor Luís Kandjimbo, membro da Comissão Instaladora, e José Luís Mendonça, delegado da Lista Única.

A Lista Única integra como candidatos:
Pepetela – presidente da Mesa da Assembleia Geral;
Boaventura Cardoso – presidente do Conselho de Administração;
Henrique Guerra – presidente do Conselho Fiscal
Paulo de Carvalho – presidente da Comissão científica.

A Academia Angolana de Letras advoga a criação literária e social, bem como a democracia criativa e crítica nas suas vertentes cultural e científica, como postulados inalienáveis da liberdade humana. Nesta perspectiva, a Academia Angolana de Letras constitui um espaço essencial de liberdade e de responsabilidade cultural e social dos escritores e dos cientistas sociais angolanos. A liberdade de criação, a liberdade de pensamento, a liberdade de expressão, as liberdades académicas e a responsabilidade social e cultural dos escritores e dos cientistas sociais são princípios essenciais que nortearão o funcionamento da Academia Angolana de Letras.

Partilhe este Artigo