ANGOLA. O governador da província da Lunda Norte, Ernesto Muangala, não quer ficar atrás dos seus pares no contributo para o anedotário nacional. Vai daí, exortou os novos licenciados a juntarem-se ao processo de reconstrução nacional, para melhor contribuírem no desenvolvimento do país em geral.

Ainda bem que Ernesto Muangala tem, como o “querido líder”, uma visão avançada. É que, ao que parece, os licenciados estavam mais vocacionados para o processo de destruição nacional…

Ernesto Muangala fez este paradigmático pronunciamento no acto de lançamento dos 254 finalistas das faculdades de Direito, de Economia e da Escola Superior Pedagógica afectos à Universidade Lueji A’Nkonde.

De acordo com o governante, os especialistas encontram-se neste momento preparados para se juntar a equipa de soluções, para tornar o país cada vez mais digno e próspero e dignificar o nome da universidade.

Partilhe este Artigo