E SE ELE O DIZ… É MENTIRA!

Augusto Santos Silva, ministro de Estado e Negócios Estrangeiros de Portugal, putativo Presidente da Assembleia da República e eventual candidato socialista ao lugar de Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu hoje que a experiência de Portugal “contém ensinamentos” úteis à cimeira entre Europa e África, nomeadamente com o acordo de mobilidade assinado no ano passado pelos países de língua portuguesa. Cuidado! “Portugal não só é um contribuinte evidente para este esforço de cooperação entre Europa e África, como o faz de uma forma que, do nosso ponto de vista, contém ensinamentos…

Leia mais

EM PORTUGAL, PS SOMA E SEGUE

O PS alcançou ontem a sua segunda maioria absoluta em eleições legislativas, mas desta vez conseguiu-a ao fim de seis anos de Governo, o que tornará António Costa o primeiro-ministro socialista com maior longevidade neste cargo. António Costa é primeiro-ministro desde Novembro de 2015 e vai formar agora o seu terceiro Governo. E, caso complete a próxima legislatura, estará em funções até Outubro de 2026, batendo até em longevidade o social-democrata Aníbal Cavaco Silva, que esteve em funções entre 6 de Novembro de 1985 e 28 de Outubro de 1995.…

Leia mais

BOA VIAGEM, EMBAIXADOR!

Quase dois anos depois de chegar a Angola, o embaixador português Pedro Pessoa e Costa vai trocar Luanda por Oslo (Noruega), passando o posto a ser ocupado por Francisco Alegre Duarte. A mudança, bem como os nomes, já circulava há alguns meses nos meios diplomáticos, mas só recentemente foi concretizada de forma oficial com a nomeação de Francisco Alegre Duarte como novo embaixador de Portugal em Luanda a 24 de Dezembro, enquanto Pedro Pessoa e Costa viu esta semana publicada a sua nomeação para embaixador de Portugal em Oslo. Para…

Leia mais

Socialistas portugueses com novo líder e PSD satisfeito com a imagem do PS

O secretário-geral do PS, António José Seguro, anunciou a sua demissão da liderança na sequência dos resultados das eleições primárias e felicitou António Costa pelo triunfo neste acto eleitoral. Por: Orlando Castro “Se entre eles foi o que se viu, o que serão capazes de fazer ao país caso viessem a ser governo”. Esta será a pedra basilar da actuação eleitoral do PSD, vocacionada sobretudo para o eleitorado móvel que, ao centro do espectro político português, vota ou PS ou PSD e que, como habitualmente, é quem decide quem ganha. Depois de…

Leia mais