NÃO PASSA DE BANHA DE MINHOCA

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, justificou a anulação de vários concursos que tinham sido entregues a empresas ligadas a Isabel dos Santos com as poupanças conseguidas, garantindo que a lei agora é cumprida. É claro, e isso ele não diz, que esteve de acordo (enquanto ministro de José Eduardo dos Santos, por exemplo) com essa política que beneficiou a filha do seu mentor. O chefe de Estado, que concedeu uma entrevista colectiva a 12 órgãos de comunicação social angolanos, respondia à interpelação de um dos jornalistas que…

Leia mais

ANEDOTAS ANTIGAS COM NOVA MAQUILHAGEM

João Lourenço, Presidente angolano, acompanhado pelo Presidente do MPLA e pelo Titular do Poder Executivo, afirmou hoje que o poder político não condiciona a liberdade de actuação dos tribunais em Angola, que deixaram de estar “amordaçados” e perseguir apenas “ladrões de galinhas”. Dito assim, até parece que uma anedota dita por Gilmário Vemba. João Lourenço, que deu hoje uma entrevista colectiva a 12 órgãos de comunicação social angolanos, disse que não pretende desistir da luta contra a corrupção e que há ainda “muita coisa para recuperar”. Hum! O texto não…

Leia mais