Queremos informar os nossos leitores de que Luaty Beirão, ao contrário do noticiado pelo Pravda de Angola e reproduzido nos 200 Pravdas da Coreia do Norte, não foi preso na Europa por tentativa de golpe de estado e por pertencer a uma associação de malfeitores em Angola.

Por Domingos Kambunji

“I sso é uma forte facada nas costas do re(i)gime angolano”, afirmou o morteiro, o José Ribeiro, e assinariam por baixo Bento Kangamba e o Louvalozédu do Car…valho.

“Isso é uma violação da nossa Constituição”, gritou João Galináceo Infantil. “Tens toda a razão”, arrotou o João, o poeta senil, o que lambe as botas do patrão. “Çará qui êlês já num téme o MPLA?”, perguntou Kangamba.

Entretanto o João, o que lhe prometeram ser herdeiro do trono da Nação, já avisou os países europeus de que em Angola as forças armadas estão muito bem apetrechadas.

O Presidente da França fez o seu papel: subiu à Torre Eiffel para ver se as Forças Armadas do Joãozinho Lourolenço já vinham a caminho, com toda a sua pujança, para conquistarem a Inglaterra e a França. Apenas as avistou, num curral, a celebrarem a vitória na batalha do Koito-Carnaval, de uma maneira muito desordeira, com uma enorme bebedeira.

O governador de Luanda, teimoso como um carneiro, também revelou estar muito chateado por os europeus não terem prendido e condenado o Luaty Beirão. Ficou tão revoltado, num estado de tanta ansiedade que deixou amontoar o lixo em toda a cidade e deu ordens para cortar o fornecimento de água e electricidade à população, exceptuando, como é evidente, o Palácio do Presidente.

Ainda não sabemos se esta crise internacional irá dar origem a outra investida maldita, como aconteceu no Assalto Final, uma batalha em que as tropas do MPLA levaram um arraial de porrada da UNITA.

O Xicote do Zédu, Ministro dos Negócios dos Estrangeiros, está a preparar-se para ir a Israel pedir desculpa por o governo angolano não ter tento e comportar-se como um cata-vento. Também pedirá, nessa ocasião, que se virem por lá o Luaty Beirão o enviem para a prisão.

Para sustentar a sua tese revelará o seu desagrado por o Luaty ter cooperado com as tropas alemãs no ataque a Leninegrado e dirá que foi um horror ele ter ajudado os japoneses no ataque a Pearl Harbor. O enviado do Zédu a Israel que se prepare para levar um forte pontapé no c… (sítio onde as costas mudam de nome).

Entretanto, em Angola, o Porcariador Geral da Re(i)pública continua a exercer, com muito apego, o seu papel de charlatão e patego. Agora voltou a acusar o Rafael Marques de difamação. É provável que o Rafael venha a ser condenado porque, como é sabido, o negócio da corrupção é protegido pelo Estado e, por cá, os tribunais, do presidente e outros dirigentes do MPLA, existem apenas para condenar inocentes.

Como vêem, caros leitores, a “notícia de última hora” é de que em Angola não há novidades. A Reipublicana Monarquia continua a ser uma grande rebaldaria, com dirigentes do MPLA muito astutos e competentes apenas como corruptos e palhaços ambulantes, desempenhando funções de Embaixadores Itinerantes.

Partilhe este Artigo