O Instituto dos Serviços de Veterinária (ISV) angolano ordenou hoje a retirada do mercado de dois lotes de frango congelado provenientes da Bélgica que acusaram presença de salmonelas, segundo nota enviada pelo Ministério da Agricultura.

Na nota lê-se que o ISV foi notificado a 12 de Setembro por um alerta proveniente da Direcção-Geral de Saúde e Consumidores da União Europeia para a “contaminação por ‘Salmonella Enteritidis’ em frangos crus congelados”.

Este “alerta rápido” assinado hoje pelo Director Geral do instituto, António José, afecta dois lotes daquele produto da “marca/nome comercial Pluvera”, com o peso de 1,3 quilogramas, “provenientes da Bélgica”, produzidos a 12 de Junho de 2014 e com data de caducidade de 31 de Janeiro de 2016.

Recordando o “risco que a salmonelose representa para a saúde pública”, o ISV determinou a retirada do mercado, e destruição, dos dois lotes identificados.

“Os consumidores devem prestar atenção às referências dos lotes e às datas de produção e caducidade e proceder à sua destruição imediata caso os tenha adquirido”, lê-se na mesma informação.

A propósito deste alerta, o ISV diz que as estruturas do Estado vão intensificar as medidas de policiamento e controlo sanitário em todos os portos, aeroportos, postos fronteiriços e estabelecimentos comercias angolanos.

Partilhe este Artigo