A falácia do rei-presidente

A falácia do rei-presidente - Folha 8

Nós somos muito ingénuos e ignorantes, porque não estudámos na Universidade do Catambor nem na de BáCu. Ainda não percebemos porque há a necessidade de, em Angola, existirem ministros, secretários de Estado, governadores provinciais, pedreiros, carpinteiros, deputados, juristas, politólogos, polícias, militares, professores, estudantes, agricultores, empresários e empregadores e empregados em muitas outras actividades, se tudo o que se faz em Angola é obra de Zédu. Por Domingos Kambunji O país não necessita de importar tecnologia e mão-de-obra especializada de países estrangeiros. O Zédu, sozinho, é capaz de imaginar tudo, inventar…

Read More