No dia 28 de Agosto, pelas 9 horas, terá lugar no Auditório da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, em Luanda, o Colóquio Internacional “Ecos da História: Memória, Comemoração e Silêncio na Luta de Libertação de Angola”. O evento inclui a mostra do filme Independência em colaboração com a ATD – Associação Tchiweka de Documentação.

O Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, através do projecto CROME – Memórias Cruzadas, Políticas do Silêncio, e a Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Agostinho Neto, juntam-se para organizar um colóquio intitulado “Ecos da história: memória, comemoração e silêncio na luta de libertação de Angola”, subordinado ao tema da história e memória da luta e guerra de libertação de Angola contra o domínio colonial português.

Propondo um olhar amplo e diversificado sobre as questões da história e memória da luta de libertação de Angola, o colóquio procurará reunir investigadores e investigadoras bem como produtores de memória cujo trabalho se tenha pautado pela disseminação e aprofundamento do conhecimento público sobre este tema.

Programa
9H – Sessão de abertura
Painel 1
Rosa Cruz e Silva, As teias da clandestinidade do Movimento de Libertação Nacional de Angola em Luanda, 1950-1960: Praxis, Regras e seus efeitos.
Maria da Conceição Neto, Relembrar esquecendo: O caso da celebração dos acontecimentos da Baixa de Kassanje (Janeiro-Fevereiro de 1961).
João Lourenço, Lutar também com a palavra. Um olhar à imprensa dos Movimentos de Libertação Nacional em Angola: 1961-1975.
Paulo Lara, Bernó. Um lugar de memória invulgar da Luta de Libertação em risco de desaparecimento.

Coffee break

11H30
Painel 2
Fidel Reis, A 1ª edição da cartilha do guerrilheiro da UNITA: breve caracterização.
Aníbal Simões, Memórias de Guerra em ‘Cruzei-me com a História’ (autobiografia de Samuel Chiwale).
Nsambu Vicente, A representação da mulher angolana na toponímia: Um factor de Coesão Social.
Vasco Martins, Memórias dominantes? Nuance e divergência na memorialização da luta de libertação de Angola

Almoço

Painel 3
Osvaldo Silva, Revisitar Viriato da Cruz.
Miguel Cardina, Amílcar Cabral e Agostinho Neto: matéria, memória e nação.
Carlos Vicente, Investigações, arquivos e publicações da FAAN sobre Agostinho Neto e a Luta de Libertação.

Partilhe este artigo