Paulo de Morais, que foi candidato nas recentes eleições presidenciais em Portugal, colocou no seu Facebook um texto em que, a propósito do posicionamento do presidente da Câmara do Porto em relação ao regime angolano, diz: “Subscrevo este texto do Orlando Castro” (aqui publicado), acrescentando: “Entristece-me a subserviência de Rui Moreira para com a família de Eduardo dos Santos. Esta atitude do Presidente da Câmara envergonha a cidade do Porto”.

Por Norberto Hossi

Nas centenas de comentários feitos as opiniões dividiram-se, embora seja relevante verificar que são muitos os portugueses que, fazendo a defesa de Rui Moreira, mostram que sobre a realidade angolana têm apenas uma vaga, muito vaga mesmo, ideia.

Alguns até nem sabiam que Sindika Dokolo, medalhado por Rui Moreia, era marido de Isabel dos Santos. Outros ainda diziam, olhando bem para o seu umbigo, que o presidente da Câmara Municipal do Porto nada tem a ver com o que se passa em Angola.

Maria Teresa Vasconcelos escreveu que “andaram a vasculhar para ver se encontravam algo para denegrir a imagem do Rui Moreira. Devem ter tido uma trabalheira dos diabos. Agora estão todos satisfeitos, mas olhem que impacto dessa atitude não vos adiantou nadinha.”

Maria do Carmo Rodrigues disse: “Acho este artigo ofensivo, injusto, triste, de muito baixo nível. Dar a medalha da Cidade a Sindika Dokolo não é de forma nenhuma pactuar com o regime Angolano. Estabelecer relações culturais com o Sr. Dokolo não é bajular ninguém. O Dr. Rui Moreira tem defendido os interesses do Porto e da sua população como nenhum Autarca até hoje o fez. Com firmeza, transparência, carácter, empenho. Não são declarações deste teor que macularão o seu percurso.”

Cristina Cunha Guimarães: “E o que é que o Presidente Rui Moreira, tem a ver com a vergonha da gestão de Angola? A medalha de ouro foi para uma pessoa específica, Sindika Dokolo, que contribui de alguma forma para a cultura da cidade do Porto, comprando a casa de Manoel de Oliveira e para a sua reabilitação, onde a arte Tchokwe vai ser um dos projectos! Sinceramente acho esta crítica caluniosa, mesquinha e de muito mau gosto! Pois se formos ver tudo por este prisma, TODOS nós teremos culpas em tudo, na fome do mundo, nas injustiças sociais, no terrorismo, etc. enfim… de uma forma ou de outra pactuamos todos com tudo o que se passa à nossa volta e no mundo e a maioria das vezes sem até nos darmos conta! será que o Dr. Paulo de Morais estará interessado em se candidatar a Presidente da Câmara do Porto? É o que parece!.. acho que é demais, sinceramente, perante a postura impecável do Presidente Rui Moreira! não se pode julgar assim uma pessoa, só porque a Câmara do Porto negociou algo para a cultura da cidade com alguém que é efectivamente um rosto que não agrada a ninguém pela sua ligação à filha do Presidente de Angola! mas o que tem a ver uma coisa com a outra? Por favor não confunda nem as coisas nem as pessoas, isso é muito, mas muito grave!. Falar ou criticar é uma coisa, caluniar é outra e o que está acima escrito é uma grande calúnia! Chega, já é demais!!!”

Mas, é claro, também há quem não precise de se descalçar para contar até 12:

Carlo Magno: “O Folha 8 é um jornal Angolano. Livre, independente, de informação geral e comprometido com a verdade. Folha 8, mais do que um jornal, a liberdade!” Ao JORNAL FOLHA 8, quero pedir as minhas sinceras desculpas pelo comportamento dos meus compatriotas! Só agora percebi que vocês são um jornal angolano que luta contra a corrupção no vosso país! Estou deveras envergonhado pela atitude de “alguns” ignorantes deste país! Que só olhando para os seus interesses pessoais, não conseguem enxergar o alcance das suas atitudes! Estou completamente solidário com a Vossa Luta e a Luta do Vosso povo! Espero que consigam alcançar a Vitória! Por aqui também vamos tentando…. Mas está difícil, com tantos bajuladores de corruptos, e ainda mais com os bajuladores de “bajuladores de corruptos”….! Um bem-haja aqui de Portugal!”

Partilhe este Artigo