A empresa australiana Lucapa anunciou a descoberta de um diamante com 404 quilates. É o maior diamante alguma vez encontrado em Angola. O maior do mundo faz parte das jóias da coroa britânica encerradas na Torre de Londres – o Cullinan: 3.106 quilates, encontrada perto de Pretória, África do Sul, em 1905.

”Sempre enfatizamos a natureza especial do campo de diamantes do Lulo e esta descoberta – juntamente com os outros diamantes com mais de 100 quilates recuperados só este ano – é a maior prova disso”, disse Stephen Wetherall, CEO da Lucapa, que actua em parceria com a Endiama e a empresa Rosas & Pétalas.

Este diamante branco poderá valer mais de 20 milhões de dólares. Um montante que deverá permitir a expansão das actividades da empresa australiana em Angola.

O diamante com mais de 400 quilates está no 27º lugar entre os maiores do mundo e é o maior alguma vez descoberto por uma empresa australiana. O recorde anterior pertencia a uma pedra com 217,4 quilates, descoberta em 2007, e que pertencia à empresa Angolan Star, ou Estrela Angolana.

Em Novembro do ano passado um diamante com 1.111 quilates foi descoberto pela Lucara Diamond Corp. no Botswana, sendo a segunda maior do mundo.
“A recuperação de uma gema desta qualidade, acima dos mil quilates, indica que a mina em Karowe é mesmo importante”, disse na altura William Lamb, CEO da Lucara, empresa que está em competição aberta com a Gem Diamonds, que tem uma mina no Lesotho e cuja maior gema descoberta era de 603 quilates.

“É quase impossível estimar um valor para uma pedra tão extraordinária dado que uma avaliação é altamente dependente da cor, claridade e características de corte e polimento”, disse Edward Sterck, um analista londrino da BMO Capital Markets.

Em Julho de 2015, a Lucara vendeu uma pedra de 341,9 quilates por mais de 18 milhões de euros – o que resulta numa média de 56 mil euros por quilate. O valor dos diamantes depende do tamanho e qualidade das pedras polidas que podem ser cortados a partir dela.

Os joalheiros Graff Diamonds são os ‘normais’ compradores destas pedras gigantes. A última aquisição custou-lhes mais de 10 milhões de euros: a Lesotho Promise, assim se chamava a pedra, foi cortada em 26 diamantes incluindo um em forma de pêra com 76,4 quilates.

A Lucara também disse ter encontrado outros dois grandes diamantes brancos, um de 813 quilates antes de limpeza, o que significa que é provável estar entre os 10 maiores já encontrados. A segunda é 374 quilates.

Partilhe este Artigo