Duas das principais cidades da província angolana de Cabinda registam restrições no abastecimento de electricidade há cinco dias, depois de a última turbina em funcionamento na Central Térmica de Malembo ter sofrido uma avaria.

A situação, que afecta as localidades de Cabinda e Lândana, foi confirmada pelo Presidente do Conselho de Administração da Empresa Nacional de Electricidade (ENE) angolana, que visitou aquela unidade.

Em declarações aos jornalistas, José Carlos Neves explicou que a Central Térmica de Malembo, inaugurada em Agosto de 2012, estava desde Outubro a funcionar com apenas uma das turbinas que compõe a unidade, cada uma com capacidade para produzir 35 MegaWatts (MW) de energia, igualmente devido a avaria.

Neste cenário, o fornecimento de electricidade está a ser assegurado desde 13 de Novembro apenas pela Central Térmica de Chibodo, com uma capacidade instalada de produção que ronda os 30 MW.

“Com esta capacidade, o fornecimento tem sido feito com restrições, na ordem dos 32 por cento”, disse aos jornalistas José Carlos Neves.

A Central Térmica de Malembo, que tem um sistema de funcionamento duplo, a diesel e gás, e que deveria assegurar o fornecimento de electricidade a mais de 14.400 residências, foi construída 30 quilómetros a norte da cidade de Cabinda.

De acordo com o responsável da ENE, deverá estar totalmente operacional até Dezembro, decorrendo já trabalhos das avarias pelo fabricante.

Partilhe este Artigo