O governo angolano, através do seu Instituto Nacional de Estatísticas (INE) realizou o recenseamento geral da população e habitação, vulgo Censo, em Maio de 2014, e a 28 de Outubro do mesmo ano afirmou que os resultados preliminares do processo davam conta que a população residente em Angola era de 24,3 milhões de habitantes, 48% homens e 52% mulheres.

Por Pedrowski Teca

Em Março de 2016, o INE, através do seu director geral, Camilo Ceita, anunciou os dados definitivos do Censo 2014 e demonstrou que a população angolana é constituída por 25 milhões 789 mil e 24 habitantes.

Entretanto, o Instituto Nacional de Estatísticas afirmou recentemente através de uma nota de imprensa, que este ano a população residente em Angola é de mais de 28 milhões de pessoas (28.359.634).

Segundo o INE, as projecções agora divulgadas inserem-se no cálculo das Projecções da População para o período de 2015 a 2050 e têm como base os dados recolhidos no Recenseamento Geral da População e Habitação em 2014 e que ‘deverão ser utilizadas para diversos fins até à realização do próximo Censo em 2024’.

O instituto justificou que de um ano (entre 2016 e 2017) para o outro a população rural aumenta mais 156 mil pessoas e a urbana diminui menos 55 mil pessoas, estando neste momento mais de 60% da população em zonas urbanas.

Em Angola, afirmou o INE nas suas últimas projecções, nos mais de 28 milhões de pessoas, as mulheres constituem 52% da população.

Os novos dados avançam que a província de Luanda alberga mais de 7,7 milhões de pessoas em 2017, seguindo-se a Huíla com 2.735.297 habitantes projectados, depois Benguela com 2.414.094 e Huambo com 2.234.039.

O Instituto Nacional de Estatísticas revelou que todas as restantes províncias do país reúnem menos de dois milhões de habitantes.

Angola não realizava um censo geral desde 1970, e com as estatísticas apresentadas no Censo de 2014 pretendia-se contribuir para as políticas do Estado viradas para a resolução dos problemas da população.

Mais de 100 mil pessoas, entre recenseadores e técnicos garantiram a realização do Recenseamento Geral da População e Habitação em 2014, que determinou que a população de Angola ere de mais de 25 milhões de habitantes.

Partilhe este Artigo