O Movimento para a Democracia (MpD), liderado por Ulisses Correia e Silva (foto), venceu hoje com maioria absoluta às eleições legislativas em Cabo Verde, conquistando 53,7% dos votos. , segundo os resultados oficiais provisórios. O PAICV, até agora no poder, obteve 81.319 votos (37%).

AUnião Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) é a terceira força mais votada, com 15.380 votos (7%).

Em termos de deputados, quando ainda faltam distribuir oito vagas, MpD tem eleitos 36 deputados, o PAICV 25 e a UCID conseguiu três lugares.

A abstenção registada situou-se nos 33,2%.

A líder do PAICV, Janira Hopffer Almada, reconheceu já a derrota nas eleições legislativas em Cabo Verde e felicitou o até agora principal partido da oposição (MpD) pela vitória, prometendo agora preparar o partido para as eleições autárquicas.

Em declarações à imprensa numa altura em que estavam contados mais de 90% das mesas votos, Janira Hopffer Almada, agradeceu os candidatos, militantes e amigos do Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV) e disse que “respeita o veredicto do povo”.

A presidente do PAICV disse que nos próximos dias vai convocar o Conselho Nacional do partido para analisar os resultados saídos destas eleições.

Mas, na noite eleitoral, assumiu “as responsabilidades da derrota”, prometendo fazer uma “oposição construtiva” no Parlamento cabo-verdiano.

Mais de 350 mil eleitores cabo-verdianos foram hoje às urnas para eleger os 72 deputados ao parlamento nacional, de onde sairá o Governo para os próximos cinco anos.

Notícia em desenvolvimento

Partilhe este Artigo