O presidente da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda (CACL), José Tavares Ferreira, apelou nesta sexta-feira, aos quadros da sua instituição, a um ingente esforço colectivo, de modo a assegurar, em boas condições, um conjunto de acções e retirar o rendimento necessário.

Ao intervir na cerimónia da sua apresentação formal como gestor da CACL, José Tavares, referiu que o esforço vai permitir aperfeiçoar um modelo de governação participativa e de proximidade, envolvendo o cidadão na resolução, gestão dos seus problemas e no desenvolvimento do município.

Para dar rentabilidade e eficácia, a um esforço necessariamente colectivo, o presidente da CACL frisou que deve-se definir prioridades, manter estabilidade, segurança nos contactos de trabalho e solidariedade no exercício das funções a todos os níveis.

O gestor da cidade de Luanda foi apresentado hoje, no Salão Nobre da CACL, aos administradores distritais e funcionários do órgão, em acto presidido pelo governador de Luanda, Graciano Francisco Domingos.

A CACL é o órgão que superintendente os distritos urbanos da Ingombota, Maianga, Kilamba Kiaxi, Rangel, Samba e Sambizanga.

O governador da província de Luanda já apresentou os administradores da Quiçama, Icolo e Bengo, Belas e Cacuaco, respectivamente, Domingos Assis Fortes, Adriano Mendes de Carvalho, Filipe Barros Espanhol e Carlos Alberto Cavuquila.

Os novos administradores municipais de Luanda foram nomeados a 19 de Setembro e empossados no dia 22, em cerimónia orientada pelo governador da província, Graciano Francisco Domingos.

Partilhe este Artigo