Depois do êxito de 2011, onde durante três dias, a capital luandense foi brindada com este manifesto em prol da defesa do género feminino, a Bu’cos Produções e o Projecto Mukange, decidem celebrar o mês de Março-Mulher, trazendo mais uma vez “Os Monólogos da Vagina” à cena.

Com o apadrinhamento da ”Casa das Artes”, com o patrocínio da “Saudabel”, da “Angonabeiros” e do “Espaço Luanda, este espectáculo teatral poderá ser visto nos dias 14, 15, 16, 17 e 18 de Março no Auditório Manuel Rui Monteiro na Casa das Artes em Talatona (Luanda).

A peça está inserida num movimento de activismo global, que pretende enfrentar a violência contra as mulheres. Trata-se de uma visão de esperança com um único objectivo: Criar um mundo onde as mulheres vivam de forma segura, livre e igualitária.

O texto de Eve Ensler, tornou-se um Best Seller em 1997 e ganhou o “Obie Awards”, prémio dos críticos de teatro do jornal Village Voice de Nova Yorque. Nele abordam-se temas tais como: a sexualidade humana, a violência doméstica, a educação sexual e o respeito ao sexo feminino.

Dirigidas por MiguelHurst, as actrizes Edusa Chindecasse, Naed Branco, Sofia Buco, Tânia Burity e Yolanda Viegas terão a responsabilidade de levar o público a viajar por um universo muitas vezes renegado a um segundo plano, muitas vezes desprezado, no entanto, vital para a continuidade da existência humana.

Partilhe este Artigo