Há muitos dias que andamos à procura do Celso Malavoloneke, o Secretário de Estado da Propaganda e Educação Patriótica do MPLA, nos jornais, televisões e rádios oficiais, mas ele parece estar desaparecido, em paradeiro incerto. Talvez esteja em reabilitação da voz por ter ficado afónico depois de ter gritado muito: “Os ianques pretendem ficar escarrapachados no cocuruto das nossas riquezas”.

Por Domingos Kambunji

Até ouvimos dizer que o Celso estava a equipar-se com um arsenal de fisgas e de pedras para correr os ianques à pedrada e fisgada, com o objectivo de que eles desistam de tentarem “escarrapachar-se no cocuruto das nossas riquezas”.

O principal motivo porque estamos interessados em saber do paradeiro do Secretário de Estado da Propaganda e Educação Patriótica do MPLA prende-se com o facto de pretendermos saber qual é a sua actual opinião acerca dos escarrapachadores no cocuruto das nossas riquezas. Sabemos que os chineses estão muitíssimo escarrapachados. Ouvimos dizer que os israelitas também estão bem escarrapachados. Os russos… Os cubanos…

Então não é que João Lourenço alugou um avião de luxo, de uma companhia chinesa, pela módica quantia de 70 mil euros à hora, e foi-se para a Europa pedir aos franceses e aos belgas para “escarrapacharem-se no cocuruto das nossas riquezas”?!… E o Celso Malavoloneke, Secretário de Estado da Propaganda e Educação Patriótica do MPLA, ficou calado?

João Lourenço diz que está a iniciar uma cruzada contra a corrupção e a impunidade, vulgarizadas no tempo em que ele era Ministro da Defesa da rebaldaria. Nesse tempo, quando o Celso andava armado em Dom Quixote lutando contra o “escarrapachanço” dos ianques, afinal havia muitíssimos dirigentes do MPLA “escarrapachados no cocuruto das nossas riquezas”.

O Malavoloneke andava, armado em sipaio, a vigiar as formigas para não abifarem as nossas riquezas e nunca foi capaz de ver que elas estavam a ser “escarrapachadas” pelas raposas, pelas hienas, pelos mabecos, pelas doninhas e pelos leões do MPLA.

Onde anda o patriotismo do Celso? Onde estão os músculos linguais do Secretário de Estado da Propaganda e Educação Patriótica para protestar contra tanto “escarrapachanço nas nossas riquezas”?

Lembram-se da fábula do sapo que queria ser tão grande como um boi? Inchou… inchou… inchou e finalmente rebentou.

O Celso, após os convites do Presidente, durante a deslocação à França e à Bélgica, para o “escarrapachanço”, talvez se encontre ainda na fase do “inchanço”, desempenhando as funções de Secretário de Estado da Propaganda e da Educação Patriótica do MPLA.

Os ianques estão com um desemprego abaixo dos 4%. No país da kangambafonia o desemprego e o subemprego são uma enorme desgraça!

Partilhe este Artigo