O soprano do jornal da Angola do MPLA, Victor Silva, iniciou uma investigação independente, sobre o enriquecimento do Ministro da Defesa da Corrupção de José Eduardo dos Santos, de seu nome João Lourenço.

Por Veríssimo Kambiote

Inicialmente pediu a ajuda da “Porcariadoria” Geral da Re(i)pública da Angola do MPLA mas esta recusou, por ter uma densidade populacional demasiado elevada de militantes do MPLA. Foi por isso que o soprano Victor Silva levantou o peito, espetou-o para a frente e decidiu enfrentar a ventania de cumplicidade, desafiando as tempestades e trovões, para tentar descobrir como é que João Lourenço enriqueceu tanto em tão pouco tempo.

O soprano Victor Silva pediu a colaboração de Robert Muller, o investigador judicial dos Estados Unidos, o que está a desmascarar os cambalachos de “Donalde Trumpinóquio”, mas este recusou por estar demasiado ocupado com o julgamento de um chefe da campanha eleitoral do “Trumpinóquio”, que corre o risco de ser condenado a 300 anos de cadeia por corrupção.

O soprano do jornal da Angola do MPLA, Victor Silva, foi então incentivado pelo Comité Central do MPLA a pedir ajuda ao sistema judicial de Portugal para investigar como é que João Lourenço, General do MPLA, conseguiu enriquecer tanto num dos países mais subdesenvolvidos do Mundo, com 20 milhões de pobres. O soprano recusou pedir essa ajuda porque, lembrando-se do caso Manuel Vicente, pensou que o sistema judicial de Portugal é demasiado cata-vento.

Já quase desesperado na tentativa de fazer um investigação independente sobre o enriquecimento tão rápido e exagerado de João Lourenço, num país subdesenvolvido, no lugar 141 a nível mundial em subdesenvolvimento, aceitou finalmente a ajuda do inspector “Valdumiro Putinho” da Rússia, o patrão do “Donalde Trumpinóqio” dos Estados Unidos.

O “Valdumiro”, com uma metralhadora numa mão e um frasco de veneno na outra, conseguiu convencer o soprano do jornal da Angola do MPLA de que João Lourenço é muito “ó nesto”, muito inteligente e muito empreendedor em cambalachos.

Foi assim que o soprano do jornal da Angola do MPLA decidiu iniciar uma campanha para construção de um monumento de homenagem a João Lourenço, Ministro da Defesa da Corrupção de José Eduardo dos Santos. Esse monumento irá ser maior ou, pelo menos, igual ao que o José Eduardo dos Santos mandou construir para celebrar a famosa vitória na Batalha do “Koito-Karnaval”.

Essa campanha, para a construção de um monumento em homenagem a João Lourenço, valeu ao soprano Victor Silva a promoção ao cargo de director do jornal da Angola do MPLA, o Pasquim Oficial da Bajulação.

João Lourenço, Ministro da Defesa da Corrupção de José Eduardo dos Santos, devido ao seu elevado empreendedorismo em cambalachos, será brevemente promovido ao cargo de Presidente do MPLA.

Partilhe este Artigo