O “Burrou” Político do “Cumeteu” Central do MPLA congratula-se pelo enorme sucesso que foi a realização do Congresso da JMPLA. Neste espectáculo de variedades foi eleito para o cargo de secretário-geral da JMPLA o jovem Cassula Obediente a Marimbondos.

Por Bento Sulano Atento

O novo secretário-geral da JMPLA, no discurso de encerramento, apresentou ao governo da Re(i)pública da Angola do MPLA uma série enorme de reivindicações. Na impossibilidade de referirmos todas essas reivindicações destacamos apenas as mais importantes.

Os jovens do MPLA exigem que o governo continue a garantir bons empregos aos filhos e netos dos “altos” dirigentes do MPLA, especialmente aos filhos e netos do presidente, dos ministros, dos governadores provinciais e de todos os membros do “Burrou” Político do “Cumeteu” Central do MPLA.

Os militantes da JMPLA pedem ao governo da Re(i)pública autorização para se deslocarem às províncias do Sul do país com o objectivo patriótico de combaterem a seca com fisgas, porrinhos, porretes, ao murro e com chapadas e pontapés. Eles garantem que com esta iniciativa a seca fugirá e a chuva sentir-se-á protegida e decidirá regressar.

O novo secretário-geral do MPLA, Cassula Obediente, exigiu que o governo da Re(i)pública da Angola do MPLA ponha em prática o plano em que as semanas passam a ter 7 dias e o ano terá 12 meses.

Os jovens do MPLA exigem que as casas para jovens da JMPLA tenham portas e janelas para poderem entrar nessas habitações. Se os jovens perderem a chave de casa poderão entrar pelas janelas, evitando assim esforços adicionais de subirem para entrarem pelo telhado.

Os membros da JMPLA exigem acompanhar o presidente João Viagens nas visitas ao estrangeiro. Esta exigência deve-se ao facto de todos os jovens da JMPLA se preocuparem muito com o bem estar do presidente da Re(i)pública. Os jovens da JMPLA prometem sair e empurrar o avião, trazendo-o de regresso a Luanda, se este avariar e ficar parado no… ar. Eles não querem que o presidente João Viagens fique perdido no espaço como aconteceu ao satélite Ango-Rússia 1.

Os jovens do MPLA exigem que o presidente da Re(i)pública continue a ser presidente do MPLA, presidente dos tribunais da Re(i)pública da Angola do MPLA e presidente da Assembleia Nacional do MPLA. Dessa maneira, se os membros da JMPLA se meterem em sarilhos, o presidente, com todos os seus poderes, poderá desenrascá-los, afirmando que está a “melhorar o que está bem” para os membros da JMPLA.

Os dirigentes da JMPLA pedem humildemente autorização ao presidente João Promessas para que crie condições para eles enriquecerem com dinheiro do Estado e terem contas bancárias no estrangeiro, receberem assistência médica nos melhores hospitais e possuírem propriedades imobiliárias nos países mais desenvolvidos, como acontece com muitos membros do “Burrou” Político do “Cumeteu” Central do MPLA.

Os membros da JMPLA prometem não organizar manifestações de protesto contra o governo do presidente João Promessas enquanto ele estiver no poder.

Finalmente, os jovens do MPLA solicitam, humildemente, que o presidente do “Burrou” Político do “Cumeteu” Central do MPLA decida conceder-lhes 12 meses de férias, em cada ano, para poderem descansar da actividade muito desgastante que é ser membro da JMPLA.

Partilhe este artigo