PORTUGAL. A Efacec, empresa maioritariamente detida pela empresária angolana Isabel dos Santos, vai contratar 700 trabalhadores até 2020, sobretudo para as áreas de mobilidade eléctrica e automação, privilegiando a admissão de mulheres, anunciou hoje a empresa.

Em comunicado, a Efacec adianta que o programa 700 Recruta +, hoje lançado, visa o recrutamento de trabalhadores “para os diferentes negócios, com foco nos relacionados com as novas tendências observadas nos sectores em que actua, como a mobilidade eléctrica e automação”.

No âmbito do objectivo da empresa de “chegar às 500 mulheres até 2020” — acrescenta — o programa “privilegiará a diversidade de género”.

“Com este programa pretendemos recrutar a nova vaga de talento que construirá a história da Efacec nos próximos 20 anos”, afirma o presidente do Conselho de Administração da Efacec, Ângelo Ramalho, citado no comunicado.

A empresa recorda ter contratado “mais de 500 pessoas nos últimos dois anos”, durante os quais “iniciou uma fase de reposicionamento do seu ‘portfolio’, que se traduziu num aumento do volume de negócios e melhoria da rentabilidade dos seus produtos e serviços”.

Durante este período, refere, foi também dada especial “atenção a segmentos mais tradicionais do sector energético onde a empresa está presente e fruto dos quais podem ocorrer ajustamentos”, tendo ainda sido “revistos os processos de gestão estratégica de recursos humanos, com o objectivo de modernizar os processos de desenvolvimento das pessoas e gestão de carreiras e adaptar as funções aos imperativos dos sectores e mercados onde atua”.

“A Efacec tem-se assumido desde sempre como um protagonista na evolução das tecnologias ligadas à energia, ambiente e mobilidade. Este papel da Efacec não seria possível sem um foco no desenvolvimento do talento, pelo que a gestão das pessoas se assumiu como um dos principais processos estratégicos”, sustenta Ângelo Ramalho.

Partilhe este Artigo