ANGOLA. Os chefes de Estado de Cabo Verde e Angola estiveram reunidos, segunda-feira, na ilha do Sal, com questões como o relacionamento bilateral, a comunidade lusófona e a supressão de vistos em cima da mesa, revelou hoje a presidência cabo-verdiana.

A Presidência da República de Cabo Verde explicou que o encontro Jorge Carlos Fonseca e João Lourenço ocorreu na tarde de segunda-feira, na ilha do Sal, aquando de uma escala do presidente angolano no âmbito de uma visita privada aos Estados Unidos da América.

Jorge Carlos Fonseca caracterizou o encontro como “muito cordial e útil”, adiantando que foram abordadas questões de “relacionamento bilateral, comunidade, vistos, ligações aéreas, empresariado e CPLP”, segundo o relato do encontro feito pela Presidência cabo-verdiana.

A abertura de Angola para a assinatura e implementação de um acordo bilateral de supressão de vistos em passaportes ordinários cabo-verdianos foi um dos assuntos da conversa, tendo Jorge Carlos Fonseca assinalado que Angola já tem acordos semelhantes como países como Moçambique, Namíbia e África do Sul.

Por sua vez, adianta a Presidência de Cabo Verde, o Presidente angolano mostrou-se “muito receptivo à criação de empresas mistas Cabo Verde/Angola em várias áreas, principalmente, na construção civil”.

João Lourenço reiterou a aceitação do convite para uma visita oficial a Cabo Verde, devendo as datas ser acertadas pela via diplomática, e reconfirmou a presença na Cimeira da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), agendada para 17 e 18 de Julho, na ilha do Sal.

O encontro terminou com um jantar entre os dois presidentes.

Lusa

Partilhe este Artigo