ANGOLA. O secretário-geral-adjunto do PSD (Portugal) Luís Vales irá acompanhar as eleições gerais de Angola, que se realizam na próxima quarta-feira, indicou hoje fonte oficial do partido.

“O PSD estará em Luanda a acompanhar as eleições angolanas, representado pelo secretário-geral-adjunto Luís Vales, que viajou esta manhã para Luanda a convite do MPLA”, refere a fonte.

Às eleições gerais angolanas concorrem MPLA, UNITA, CASA-CE, PRS, FNLA e APN.

A Comissão Nacional Eleitoral de Angola constituiu 12.512 assembleias de voto, que incluem 25.873 mesas de voto, estando 9.317.294 eleitores em condições de votar.

A Constituição angolana aprovada em 2010 prevê a realização de eleições gerais a cada cinco anos, elegendo 130 deputados pelo círculo nacional e mais cinco deputados pelos círculos eleitorais de cada uma das 18 províncias do país (total de 90).

O cabeça-de-lista pelo círculo nacional do partido ou coligação de partidos mais votado é automaticamente eleito Presidente da República e chefe do executivo.

Partilhe este Artigo