ANGOLA. O grupo empresarial chinês CIF aumentou para mais de 750 milhões de dólares (670 milhões de euros) o investimento em seis empresas próprias em Angola, em várias áreas.

O anúncio consta de um despacho presidencial de 23 de Maio e refere que os projectos inicialmente previstos pelo grupo empresarial China International Fund (CIF) em Angola “ultrapassam os montantes inicialmente declarados”, sendo necessário uma nova aprovação, ao abrigo da lei do Investimento Privado.

A CIF é um dos maiores grupos empresariais estrangeiros instalados em Angola, tendo sido responsável pela reabilitação das três linhas de caminhos-de-ferro do país, pela construção, em curso, do novo aeroporto internacional de Luanda, além de centenas de milhar de casas.

A autorização assinada pelo Presidente angolano envolve a CIF Angola, com um investimento de 357,6 milhões de dólares (319,7 milhões de euros), na promoção de projectos de construção civil e industriais, a CIF Angola Logistics, com 47,1 milhões de dólares (42,1 milhões de euros), no transporte de mercadorias e outros serviços de apoio logístico, e a CIF Angola Properties Management, com 10,5 milhões de dólares (9,3 milhões de euros), para prestar serviços de consultoria, arquitectura, urbanismo, ambiente, decoração e gestão imobiliária.

Ainda a CIF Angola Sand and Gravel, num investimento de 25,4 milhões de dólares (22,7 milhões de euros), cuja actividade é a exploração e transformação de inertes e a produção de blocos e pavimento, a CIF Angola Shipping Services, com 12,3 milhões de dólares (11 milhões de euros) para apoio à indústria marítima, portuária e pescas, e a CIF Angola Cement, no valor de 343,6 milhões de dólares (307,2 milhões de euros), para a produção local de cimento.

Lusa

Partilhe este Artigo