O Bloco Democrático (BD) denuncia mortes de cidadãos que apenas queriam participar na manifestação do dia 9 de Abril.

Conta o BD em comunicado: “Correu noticia, dia 8, proveniente de França de que teriam sido mortos 7 cidadãos que às 7h45 da manhã se predispunham a vir para a marcha para libertação dos presos políticos com concentração no local São Paulo em Luanda.

Grande ansiedade reinou nos circuitos de troca de informações das redes sociais pelo que o Bloco Democrático está em investigação profunda para saber os factos.

Depois de várias pesquisas através dos membros activos de Viana e das redes do partido, o Bloco Democrático – BD, apurou até ao momento que a polícia liquidou sim alguns cidadãos, tidos como meliantes, um dos quais se chama BAIA, mas que nunca estiveram relacionados com o movimento revolucionário.

De qualquer forma, tratando-se de mortes, num país que a Constituição é contra pena de morte, deve-se uma investigação e um esclarecimento inequívoco deve ser dado à população, com apuramento de responsabilidades.

O Bloco Democrático pede às famílias enlutadas que:

Apesar do momento confirmem ao povo e ao mundo o que realmente aconteceu, apesar de tanto sofrimento, Angola e o mundo precisa saber os nomes dos malogrados;

O BD apela aos familiares a que entrem em urgente contacto com a comunicação social, associações cívicas e de direitos humanos, partidos políticos como o BD e faz apelo urgente à investigação jornalística e de direitos humanos e que os partidos políticos angolanos não lancem o alerta, que a comunidade internacional procure também explicações para se apurarem toda a verdade!”

Foto: Arquivo

Partilhe este Artigo