ANGOLA. O Presidente João Lourenço manifestou hoje “profunda consternação” pela morte de seis pessoas e o ferimento de mais de 20 outras, fiéis da Igreja Tocoísta, devido a um acidente de viação.

Uma nota da Casa Civil do Presidente distribuída hoje à imprensa refere que João Lourenço enviou uma mensagem ao bispo da Igreja Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, Afonso Nunes, na qual lamenta o “infortúnio”, ocorrido depois de esse grupo de fiéis ter participado numa expressiva manifestação de fé, o que “torna ainda mais dolorosa a sua perda”.

“Expresso, na pessoa do Senhor Bispo Dom Afonso Nunes, as mais sentidas condolências à Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo e a todos os membros das famílias enlutadas”, lê-se na referida mensagem.

O grupo de fiéis regressava da celebração no município de Maquela do Zombo, província do Uíge, da celebração do centenário do profeta Simão Gonçalves Toco.

Segundo o motorista do autocarro, que se encontra detido, a causa do acidente foi a perda de travões.

O acidente, ocorrido na madrugada de segunda-feira, na localidade de Samba-Cajú, província do Cuanza Norte, provocou 25 feridos, 18 dos quais em estado grave, que recebem tratamento em unidades hospitalares da província de Luanda, capital do país.

Partilhe este Artigo