ANGOLA. O comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros na província do Namibe foi detido, indiciado pela prática dos crimes de “peculato e corrupção”, anunciou a Procuradoria-Geral da República (PGR) local junto do Serviço de Investigação Criminal.

Alberto Machado aguarda, desde ontem, julgamento na prisão, nos termos da Lei das Medidas Cautelares, e é indiciado também pela “prática de outros crimes” previstos e puníveis por lei, mas não especificados.

Segundo o Procurador-Geral Adjunto da República junto do Serviço de Investigação Criminal local, Pedro Serra, face aos indícios verificados, o Ministério Público decretou ao arguido a “medida de coacção pessoal de prisão preventiva”.

“O processo prossegue a sua instrução preparatória com carácter secreto”, apontou.

Partilhe este Artigo