ANGOLA. O Governo do Japão doou 250 mil dólares (203 mil euros) para ajudar na construção de infra-estruturas escolares no assentamento do Lóvua, província da Lunda Norte, que acolhe refugiados da República Democrática do Congo (RDCongo).

Um comunicado do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) refere que esta doação se junta aos apoios prestados por Angola e demais parceiros às famílias refugiadas, que encontraram “paz, segurança e estabilidade” em território angolano, desde Março de 2017.

Mais de 30.000 refugiados foram forçados a abandonar as suas áreas de origem no Kasai, devido aos violentos conflitos que assolaram a toda a região.

Esta doação vai permitir a construção de uma escola para que as crianças e a comunidade local possam “finalmente estudar lado a lado, promovendo assim, a coesão social entre as duas comunidades, bem como o desenvolvimento daquela província”.

A nota salienta que o ACNUR, as agências das Nações Unidas em Angola e parceiros vão lançar, em breve, um apelo de financiamento interagências, semelhante ao publicado em Junho de 2017, com o objectivo de angariar fundos para continuar a apoiar a resposta do Governo aos refugiados no território angolano.

Lusa

Partilhe este Artigo