ANGOLA. O acordo de supressão de vistos entre Moçambique e Angola entra em vigor a 15 de Fevereiro, anunciou hoje a porta-voz do Serviço Nacional de Migração de Moçambique, Cira Fernandes.

A medida abrange cidadãos dos dois países que queiram viajar para fins de turismo, visitas familiares e de férias e é válida por um período de 30 dias, explicou a porta-voz, falando numa conferência de imprensa em Maputo.

“Este acordo abrange os passaportes normais, porque os passaportes de serviço e diplomático já estavam abrangidos”, afirmou Cira Fernandes, acrescentando que Angola era o único país da África Austral que não tinha ainda um acordo de isenção de vistos com Moçambique.

O acordo exclui quem queira trabalhar ou estudar no outro país.

A supressão de visto ficou definida em Novembro, no âmbito da visita do ministro do Interior de Moçambique, Jaime Basílio Monteiro, a Angola.

Na altura, Jaime Basílio Monteiro e o homólogo angolano, Ângelo Veiga Tavares, defenderam que o acordo vai aumentar a mobilidade dos cidadãos dos dois países e dinamizar o fluxo de investimento e turismo.

Partilhe este Artigo