ANGOLA. O Governo da China procedeu hoje à entrega de uma doação de equipamento e material hospitalar a Angola, no valor de cerca de 800 mil dólares (650.362 euros), que visa a melhoria das condições médicas no país.

O acto de entrega teve hoje lugar, em Luanda, numa cerimónia liderada pelo secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas do Ministério das Relações Exteriores de Angola, Domingos Lopes, e o embaixador da China em Luanda, Cui Aimin.

Na sua intervenção, o diplomata disse que o material entregue destina-se ao Hospital Geral de Luanda, também uma doação do Governo chinês, em 2015, e cujo projecto de assistência gratuita técnica teve início em Outubro de 2017.

Segundo Cui Aimin, a cooperação na área da saúde pública é um conteúdo muito importante no âmbito da cooperação sino-africana, tendo o Governo chinês já efectuado vários donativos a Angola de anti-palúdicos, prestado uma ajuda por altura do surto de febre-amarela, em 2016, e enviado um grupo de especialistas de saúde pública, que investigou e criou, junto com técnicos angolanos, o mecanismo transfronteiriço de monitorização de doenças infecciosas.

“Desde 2009, a parte chinesa já enviou um total de quatro equipas médicas, com 60 especialistas médicos a trabalhar no Hospital Geral de Luanda e ofereceu consultas médicas gratuitas ao público, que totalizou 200 mil consultas”, salientou.

O responsável acrescentou que a quarta equipa médica chinesa, composta por 12 especialistas, chegou em 2017 e está a trabalhar no Hospital Geral de Luanda, tendo realizado até ao fim de Fevereiro deste ano mais de 15 mil consultas externas, 953 intervenções cirúrgicas e 1.794 tratamentos de acupunctura.

Por sua vez, o secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas agradeceu a doação, salientando a sua importância para a melhoria daquela referida unidade hospitalar.

“Sabemos que está em curso também um ato idêntico, desta feita para material farmacêutico, […] gostaríamos de continuar a manter este nível de relações e naturalmente agradecer ao Governo chinês o gesto que teve para connosco”, disse.

Fazem parte do pacote desta doação material como seringas, batas, luvas e instrumentos para operações.

Lusa

Partilhe este Artigo