ANGOLA. O Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado anualmente a 14 de Junho. A celebração tem como objectivo aumentar a consciência da necessidade de componentes sanguíneos seguros e agradecer a todos os doadores nos seus actos voluntários.

Por Idalina Diavita

De acordo com a Directora do Instituto Nacional de Sangue, Antónia Constantino, em Angola o sangue recolhido é distribuído prioritariamente nos serviços clínicos das maternidades e pediatria para suprir as cirurgias com maior complexidade nos hospitais públicos, maioritariamente acidentes de viação e acções de socorro.

“O dia Mundial do Doador de Sangue é muito importante para nós e para mundo. Neste dia, nos dedicamos a reflectir sobre a problemática do sangue, mas principalmente a homenagear os doadores de sangue, por todo esforço, trabalho e empenho que têm feito ao longo das suas vidas”, reconheceu.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 92 milhões de pessoas dão sangue anualmente, sendo que 45% destes dadores têm menos de 25 anos e 40% são mulheres. A OMS quer expandir este universo de doadores, encorajando outras pessoas a tornarem-se doadores de sangue. A organização pretende que em 2020 as dádivas de sangue em todos os países sejam completamente benévolas e não remuneradas.

O amor ao próximo e a vontade de ajudar as pessoas também motivou a estudante Cláudia Bento a ir à Clínica Multiperfil para doar sangue.

” Estou um pouquinho nervosa, visto que é a minha primeira vez. Mas, aconselho a todos os jovens a virem doar sangue. É um acto de amor ao próximo”, explicou.

Por sua vez, foi possível encontrar o jovem Carlos Alberto, que faz 3 doações de sangue por ano.

” Comecei a ser doador voluntário o ano passado, quando a minha prima iria passar por uma cirurgia e precisaria de algumas bolsas de sangue. Foi a partir desse momento que senti a necessidade de começar a salvar vidas”, argumentou.

A doação de sangue pode ser feita de quatro em quatro meses pelas mulheres e de três em três meses pelos homens.

Recorde-se que para uma boa doação o doador de sangue precisa estar em boas condições de saúde. Ter idade compreendida entre 18 e 65 anos. Pesar no mínimo 50 quilos, estar descansado, ter uma boa alimentação, evitar comidas gordurosas as madrugadas que antecedem a doação, dormir bastante.

Gozar de boa saúde e ter hábitos de vida saudável.

Partilhe este Artigo