Us pissoa du Cunene cuntinuem muíto contentê i sastifeito. Cuntinuem a ler u jurnal du Angola i a iscutar us trêvisão púbica du Angola i u rádio nassiunal du Angola. Us nutíssia cuntinuem a dizer que tudu istá bom, tudo istá a discorrer muito beim i Angola cuntinua a num ter prubulema. Intigamente Angola tinha muíto prubulema mas o prêzidentê di intigamente, o Zé Kitumba, rizolveu tudus êlês.

Por João Bento Melo Kangamba
(Futuro candidato à Prezidensia da Reipública du Cunene)

Us orgão du urganização do MPLA istá a tentar arranjar argumas prubulema para o João Malandro rizolver mas é muíto difissil. Im Angola tudo istá bom cumu diz us nutíssia du TPA, du JA i du RNA. O novo prezidentê inté istá burrecido, sem fazer nada, pruquê num tem prubulema pra rizolver.

O Burrou Politica do MPLA tamém ista muíto ocupado a tentar arranjar prubulema mas num consegui incontrar pruquê tudo istá muíto bom im Angola. Uma órgão do partido do MPLA qui istá a trabaliar muíto és u Cu Mitê Central, desdê quê a Tchizé dus Santu é membera.

Us única cumpilicassão qui us nossu mlitantês istá a acistir é u discução entre u kangamba Bento e o kangamba Louvalozédu.

U kangamba Bento dice quê Angola tenhe duensa di saúde, us ipidimia, proquê Angola chove. O kangamba Louvalozédu dice quê tenhe pissoa pobri no Cunene i nus outu pruvinsia, arguns milião di pobri , a morer di fómi i di subinutrissão, pruque nós temu Estiagem. Êlê quer diser qui Angola num chove. O Bento dice Angola chove sim sinhor e isso pruvoca os ipidimia dus duensa du saúde. O Louvalozédu dice que Angola num chovi i êssê faqueto é qui cuntribui prá Estiagem, u poberesa, u fomi i u murtal idade dus infantiles. Angola chovi dice u Bento. Angola num chovi dice u Louvalozédu. Chovi… num chovi… chovi sim sinhor… num chovi num sinhori…

O novo dono du Angola é qui tenhe qui dissidir quenhé qui tenhe ração: o kangamba Bento, qui manda Angola chuver prós pissoa morer cu ipidimia dus duensa du saúde, ó u kangamba Louvalózédu que manda Angola num chuver prós pissoa morer cu poberesa, u fómi i u subinutrissão.

Tal i vez o nova ministru du propaganda, o João Goebbels Melo, podi judar o João Malandro a incontrar um sulessão pra êstê dizcução.

Eu pensa qui o milior é Angola chuver dia assim dia anão. Pru ezempulo, Angola podi chuver nus sigunda, cuarta e cesta feira e num chuver nos tersa, quinta i sábadu. Dispois, nus domingo… nus domingo tamém Angola podi chuver um dumingo assim outro dumingo anão. Acim ambu us intilequetuais du MPLA, os kangambas Bento e Louvalozédu, ficão sastifeito cu esta solessão pra us cumpilicação dus ipidimia dus duensa du saúde i dus puberesa, fómi, subinutrissão i murtal idade dus infantiles.

Us sidadão qui quer morer cus ipidimia dus duensa du saúde morri nus sigunda, cuarta ó cesta feira. Us qui quer morer cu fómi i subinutrissão podi morer nus tersa, quinta ó sábado. Us pissoa qui iscoli morer nus dumingo tenhem que saber qui devem iscolier tecipadamentê, proquê os dumimgo dus ipidimia dus duensa du saúde e us dumingo pra morer cu fómi i subinutrissã sarão dumingo assim, dumingo anão.

Acim eu pensa qui és mais dismucráticu. U nossa guvrenador, o Arquitecto di Cacimba du Cunene Kundi paiLama, tamém cum acorda.

O João Malandro Lourenço é qui tenhe qui disse di, pruquê êlê é qui é u Manda Chuva du Angola, si u Zé Kitumba i a Isabegalinha óturizarem.

Nota: Texto escrito de acordo com o novo acordo ortográfico aprovado no Cunene.

Partilhe este Artigo