ANGOLA. As trocas comerciais entre Angola e a África do Sul caíram para 2,4 mil milhões de dólares (2,2 mil milhões de euros) no último ano, uma redução de 75 por cento justificada com a crise económica e financeira que Angola enfrenta.

Os dados foram avançados pelo encarregado comercial da embaixada da África do Sul em Angola, que defendeu o reforço das relações comerciais entre os dois países.

Matomé Mbata apontou, em declarações à rádio pública angolana, a necessidade de promover as trocas comerciais entre os dois países, tendo em conta a sua proximidade, tecnologia e os recursos naturais, nomeadamente o petróleo.

“Queremos promover e reforçar os negócios entre os dois países por três razões, a primeira, porque estamos próximos, são três horas de voo; segundo, porque temos a tecnologia; e terceiro, porque Angola tem petróleo e África do Sul não tem, nesta perspectiva poderemos estabelecer fortes parcerias”, referiu.

O encarregado comercial da embaixada sul-africana em Angola encorajou ainda os empresários angolanos a exportarem para o seu país produtos como a madeira, café e petróleo, com destaque para o último.

A África do Sul é o principal parceiro económico de Angola na Comunidade de Desenvolvimento de Países da África Austral (SADC).

Partilhe este Artigo