ANGOLA. Em Luanda, cerca de 40 pessoas participaram numa marcha convocada para a exigir a libertação de “Dago Nível Intelecto” e a saída do Presidente José Eduardo dos Santos. Uma manifestação reprimida pelas autoridades angolanas.

Provavelmente esta foi também mais uma razão para legitimar a solidariedade da fina flor do entulho da política portuguesa (PS, PSD, CDS, PCP) para com o MPLA.

Os activistas aproveitaram o facto de o VII congresso do MPLA ainda estar a decorrer para marcar o protesto nas ruas da capital angolana, mas a manifestação foi reprimida violentamente, tanto que um dos activista foi atacado por um cão e encontra-se hospitalizado, havendo ainda duas pessoas feridas como explicou o activista Adão Nunga, mais conhecido por MC Life, que fez parte da organização desta marcha.

Partilhe este Artigo