MOÇAMBIQUE. Homens armados da Renamo, principal partido de oposição moçambicana, atacaram na madrugada de hoje a sede do distrito de Morrumbala, província da Zambézia, centro do país, disse o administrador local, citado pela Rádio Moçambique.

Segundo Pedro Sapange, administrador de Morrumbala, durante o ataque, os alegados homens armados da Renamo invadiram o comando distrital da polícia, onde libertaram reclusos, e o centro de saúde, que ficou em chamas.

De acordo com Sapange, a sua residência foi atingida por tiros disparados pelos atacantes. Durante a acção, o grupo incendiou uma viatura da polícia e roubou quatro motas e material hospitalar.

As autoridades moçambicanas acusam a Renamo de uma série de ataques nas últimas semanas em localidades do centro e norte de Moçambique, atingindo postos policiais e também assaltos a instalações civis, como centros de saúde ou alvos económicos, como comboios da mineira brasileira Vale.

A Renamo acusa por sua vez as forças governamentais de bombardeamentos na serra da Gorongosa, onde se presume que se encontre o líder da oposição, Afonso Dhlakama.

Partilhe este Artigo