ANGOLA. O Procurador da Lunda Sul junto dos Serviços de Informação Criminal, Santos Carvalho, voltou a notificar membros do Movimento do Protectorado Lunda Tchokwe para comparecerem hoje no seu gabinete para tratar de assuntos de seu interesse de acordo com a notificação que Ezequiel Muacumbi e Lito Cesar receberam ontem da Secretaria do SIC em Saurimo.

Em Maio do corrente, a Governadora Cândida Narciso, prendeu na secretaria do Governo Provincial da Lunda Sul o cidadão Armando Mutondeno, por este se ter deslocado aquela Instituição Pública para entregar uma carta informando a realização de uma manifestação pacifica nos termos do artigo 47.º da Constituição de Angola.

O mesmo esteve preso durante 90 dias ilegalmente, a PGR junto do SIC instaurou o processo 825/2016, acusando o mesmo de rebelião a nova táctica encontrada pelo regime para silenciar vozes diferenciados que reclamam o seu direito.

Em Luanda, um agente do SIC, que da pelo de Teca insiste na tentativa de se encontrar com o líder do Movimento para o interrogar sobre o mesmo processo, numa altura em que Armando Mutondeno já se encontra em liberdade.

As próximas horas serão fundamentais para se saber as razões do Procurador Santos Carvalho junto do SIC da Lunda Sul, o que pretenderá com esta nova notificação a estes dois activistas do Movimento do Protectorado.

Partilhe este Artigo