PORTUGAL. O Politécnico de Coimbra vai integrar a direcção da nova Rede Académica das Ciências da Saúde de alguns países lusófonos, que agrupa instituições de ensino de Portugal, Angola, Brasil e Cabo Verde.

A representação do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) é feita através da Escola Superior de Tecnologia da Saúde (ESTeSC), cujo presidente, Jorge Conde, vai ocupar o cargo de vice-presidente na nova Rede Académica-

“O próximo passo é consolidar o que está feito, alargar a rede a outros países e outras instituições, e realizar uma primeira reunião magna aberta à participação da comunidade”, relata Jorge Conde, que admite a que a Rede venha a crescer nos próximos seis meses com a adesão de novas instituições de ensino superior de países de língua oficial portuguesa.

Um das primeiras decisões da nova rede de ciências de saúde é realizar em Lisboa, em Março de 2017, uma “reunião magna” que contribua para a partilha de conhecimento e de experiências nesta área.

Partilhe este Artigo