GUINÉ-BISSAU. Um grupo de deputados no Parlamento da Guiné-Bissau, que suportam o Governo, pediu hoje ao chefe de Estado guineense, José Mário Vaz, que “assuma a sua responsabilidade” desbloqueando o impasse que se regista no hemiciclo.

O grupo constituído por deputados do Partido da Renovação Social (PRS) e elementos dos 15 parlamentares expulsos do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) reuniu-se hoje com o Presidente guineense a quem pediu que “faça algo” no sentido de acabar com o impasse no Parlamento.

O PAIGC, que venceu as últimas eleições legislativas mas arredado do poder, e o PRS, segunda força mais votada nas eleições, mas que está no Governo, não se entendem quanto a uma data para o debate, no Parlamento, do programa do executivo.

Na opinião do grupo dos deputados que hoje foi falar com José Mário Vaz, o Presidente da República “tem que usar das suas prerrogativas constitucionais” e tomar uma medida no sentido de terminar com o impasse.

Partilhe este Artigo