ANGOLA. A criação de 256 unidades industriais é a meta traçada pelo Programa de Fomento da Indústria Rural (Profir) para o período 2015-2017, numa aposta que tem em vista contribuir para o aumento da qualidade dos produtos, no fomento do emprego e na melhoria dos rendimentos.

Bastou a vitória de Eduardo dos Santos no VII Congresso do MPLA, com 99,6%, para que de todos os cantos do país surjam boas notícias. Assim, o programa, lançado hoje no município de Cangandala (Malanje), pela ministra da indústria, Bernarda Martins, prevê requalificar 139 unidades industriais e edificar 117 novas.

A referida acção tem, entre outros objectivos, impulsionar a actividade da indústria transformadora no território nacional, reduzir a pobreza no meio rural e as assimetrias regionais.

Partilhe este Artigo