Dois carros que transportavam um grupo de jornalistas, destacados para cobrir a visita do Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, à província de Manica, foram hoje atingidos a tiro num dos troços sujeitos a escoltas militares no centro de Moçambique.

As viaturas das estatais Rádio Moçambique (RM) e Televisão de Moçambique (TVM), em que viajavam oito profissionais, incluindo de outros órgãos privados, foram atingidas por balas quando passavam por Chiuala (distrito de Báruè), uma zona de frequentes confrontos entre as forças do governo e a Renampo.

O ataque não provocou feridos e o Presidente da República, Filipe Nyusi, não circulava naquela coluna, tendo viajado mais cedo por meio aéreo para o distrito de Mossurize para o início da sua visita à província de Manica.

Partilhe este Artigo