ANGOLA. Os preços em Luanda (uma das capitais mais caras do mundo) subiram 35,3% nos últimos 12 meses, até Julho, renovando máximos históricos.

A informação consta do relatório mensal do Instituto Nacional de Estatística (INE) de Angola. Neste relatório do Índice de Preços no Consumidor (IPC), Luanda apresentou aumentos, no espaço de um mês, nas classes “Saúde”, com 6,86%, na “Alimentação e bebidas não alcoólicas”, com 5,94%, nos “Bens e serviços diversos”, com 4,94%, e nas “bebidas alcoólicas e tabaco”, com 3,85%.

No Orçamento Geral do Estado para 2016, a previsão da taxa de inflação (Janeiro a Dezembro) era de 11%. No entanto, a revisão do OGE (a ser aprovada segunda-feira) aponta já para uma inflação de 38,5%.

Partilhe este Artigo