O Folha 8, jornal Angolano fundado em 1995, acaba de aderir ao Portugal-linha.net, um site de Marcadores Sociais para a Comunidade Lusófona. Os sites de Marcadores Sociais (Social Bookmarking, em inglês) não têm merecido, apesar do seu potencial, o interesse da Web lusófona que conseguiram no resto do mundo.

Este tipo de sites ajuda na divulgação dos sites para os quais aponta, tanto junto dos leitores humanos como nos motores de busca.

Neste caso só são aceites marcadores de sites em língua portuguesa com o objectivo de criar um repositório de textos e apontadores que sirva toda a Comunidade Lusófona cujo número de integrantes é superior a 250 milhões.

Este é mais um serviço inovador de Portugal em Linha ao qual o Folha 8 se junta. Ainda pouco se falava de Lusofonia quando, em finais de 1996, António Ribeiro (fundador do Portugal em Linha) decidiu criar, na Internet, um espaço privilegiado para a comunicação entre todos os falantes de português, independentemente do local de habitação.

Sabia, à partida, que este era um espaço necessário e que ninguém decidira ainda cobrir. Estava-se nos primórdios da Internet em Portugal. Sempre partindo do princípio de que todos temos interesse em saber o que se passa de relevante nos outros países irmãos ou, estando fora do seu país, querem saber o que por lá vai acontecendo.

Portugal em Linha é pois o ponto de encontro de toda a gente que fala português em todo o mundo. Ou seja, é a Lusofonia online ou, ainda, um site comunitário social.

Os Marcadores Sociais Lusófonos são pois uma forma rápida e fácil de guardar os sites que o leitor considera mais úteis e partilhá-los com os seus amigos.

Partilhe este Artigo