ANGOLA. O ministro da Energia e Águas de Angola, João Baptista Borges, criou uma comissão de inquérito para apurar as causas que estiveram na base do corte geral de electricidade, registado no sistema norte, na segunda-feira, dia em que o Presidente da República falava na Assembleia Nacional.

Um comunicado da Empresa Pública de Produção de Electricidade refere que enquanto decorre o inquérito fica suspenso o director do Aproveitamento Hidroeléctrico de Cambambe, até a conclusão do mesmo.

O corte ocorreu às 11:27 de segunda-feira, durante o discurso sobre o Estado da Nação proferido pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, na abertura do novo ano legislativo da Assembleia Nacional.

O incidente, como refere o comunicado, afectou à mesma hora várias províncias do norte do país, incluindo a capital angolana, Luanda.

Partilhe este Artigo