ANGOLA. Como as eleições estão, ao que parece, mesmo à porta, o regime não perde tempo. Promessas, consignações, obras, contratos etc. aí estão em enxurradas constantes.

Assim, o Ministério da Energia e Águas (MINEA) vai proceder de 12 a 16 do mês em curso, os actos de consignação das obras nos sectores da energia eléctrica e água potável nas províncias do Huambo, Benguela, Huíla, Namibe e Benguela.

Segundo uma nota de imprensa enviada hoje ao Folha 8, o titular da pasta, João Baptista Borges, quer mostrar serviço. Por isso, alguns dos projectos a consignar são o “reforço do Sistema de Abastecimento de Água do Huambo (2ª Fase) – Lote 1” e o “reforço do Sistema de Abastecimento de Água do Huambo (2ª Fase) – Lote 2”, para além da reabilitação e expansão do Sistema de Abastecimento de Água de TchicalaTcholoanga.

Assim, uma delegação do MINEA vai visitar os projectos em curso nos domínios de Energia e Águas na cidade do Huambo, devendo igualmente ser consignado o projecto de reabilitação e Expansão do Sistema de Abastecimento de Água de Tchindjendje e de Ecunha.

Também uma delegação chefiada pelo secretário de Estado, Joaquim Ventura, realiza terça-feira, em Benguela, o acto de consignação do projecto de Electrificação e de 45 mil ligações domiciliares na cidade.
No dia seguinte será a vez da província da Huíla, como projecto de electrificação e de 22.500 ligações domiciliares da cidade de Lubango e Matala, projecto de reabilitação e expansão do Sistema de Abastecimento de Água de Cacula e da Jamba.

Na província do Namibe serão consignados projectos de reabilitação e Expansão do Sistema de Abastecimento de Água de Bibala e de Camucuio.

Em Malanje será a vez da Reabilitação e Ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Malanje (2ª Fase), de Cangandala, do Quela, de Mucari.

Partilhe este Artigo