ANGOLA. Uma sociedade anónima denominada “Banco Postal” foi constituída, em Luanda, com o objectivo de promover – afirma – a criação sustentável de emprego e a dinamização da economia nacional.

A nova instituição bancária tem o capital social composto por entidades empresariais nacionais públicas e privadas, onde se destacam a Empresa Nacional de Correios e Telégrafos de Angola, E.P., a ENSA Seguros de Angola, S.A., o Grupo ENSA – Participações e Investimentos, S.A., a EGM Capital e a C8 Capital.

O Banco prevê iniciar a sua actividade durante o último trimestre desta ano, através de uma das suas três unidades de negócio, isto é, aquela que pretende servir o segmento de mercado que mais impacto sentirá e beneficiará com a oferta inovadora da referia instituição.

Com a sua constituição, o Banco Postal torna-se na mais recente instituição do panorama bancário nacional e pretende ser uma referência para o reforço da confiança, da segurança e da modernidade do sector financeiro do nosso país.

Para os Correios de Angola, E.P. a nova instituição bancária será um forte vector de inovação do sistema bancário, ao apostar na criação de novas formas de servir o mercado e em novos produtos que irão ao encontro das reais necessidades dos clientes.

Partilhe este Artigo