Durante pouco mais de duas horas de interacção com internautas do Facebook, Isaías Samakuva precisou que o seu Partido está actualizar o seu programa de governo, tendo em conta a conjuntura actual e abordou assuntos transversais que afectam os angolanos, o país, a UNITA.

A educação, saúde, habitação, geração de emprego e segurança social constam das grandes prioridades do Governo da mudança da UNITA, que por conseguinte deverão beneficiar de maior fatia do Orçamento Geral do Estado.

O conceito de segurança tem uma dimensão diferente daquela que o governo do MPLA aplica. “A segurança do país resulta essencialmente das condições económico-sociais que se criam para os cidadãos”, afirmou Isaías Samakuva, sublinhando que a área social será prioritária nas políticas orçamentais do Governo da UNITA, de modo a reduzir as possibilidades de ocorrências de conflitos sociais no país.

Em caso de vitória da UNITA nas eleições de 2017, Isaías Samakuva defende também como prioridade do seu Governo a restauração da confiança dos angolanos num futuro melhor, tendo apelado a necessidade da manutenção da esperança e fé.

De acordo com o líder da UNITA, com fé e esperança podem ser vencidos todos os desafios.

Questionado sobre se o Governo da UNITA vai amnistiar os corruptos que desviam o erário público desde 1975, o Presidente Isaías Samakuva defendeu que emoções e sentimentos de satisfação momentânea não levam a lado nenhum.

Isaías Samakuva: "Chega de manipulações, chega de fraudes”

Isaías Samakuva: “Chega de manipulações, chega de fraudes”

“Precisaremos de estabeleceremos algumas medidas para aqueles que desviaram o erário público. (…) Precisaremos que declararem o resultado desse erário para servir os angolanos”, afirmou, defendendo que “meter as pessoas nas cadeias, perseguir as pessoas não traz paz para o país.

“Nós precisamos de estabilidade e temos de chegar a um ponto em que a página do passado tem de se virar definitivamente, olhando com responsabilidade e ponderação para o futuro do nosso país”, afirmou.

Questões relativas à preparação das eleições também foram levantadas pelos internautas que quiseram saber como a UNITA estará a lidar com cenários de fraudes que são atribuídos ao Partido no poder.

A esse respeito, o Presidente Isaías Samakuva reiterou as suspeitas, que decorrem das várias denúncias, mas assegurou que o seu Partido, através do Secretariado da Presidência para os assuntos eleitorais, trabalha na preparação de condições para a fiscalização das eleições.

Isaías Samakuva apelou aos angolanos no sentido de todos se empenharem na fiscalização, por forma a reduzir as possibilidades da ocorrência de fraude, ao mesmo tempo que instou aos compatriotas do MPLA para garantirem a lisura, transparência e abertura necessárias ao processo eleitoral credível, a bem da estabilidade política e social.

“Chega de manipulações, chega de fraudes”, exortou, deixando claro que a UNITA só vai aceitar resultados de eleições quando estas representarem a vontade dos eleitores.

Partilhe este Artigo