ANGOLA. Informações de última hora dão conta que Rosa Conde, Laurinda Gouveia, Graciano Brinco, Divac Freire, Luaty Beirão e mais activistas que se deslocaram essa manhã à Comarca de Viana, em visita ao preso Francisco Gomes Mapanda “Dago Nível”, foram brutalmente torturados e estão nessa altura a ser levados para local incerto num carro da Polícia Nacional.

Os activistas já estão em liberdade, depois de transportados até ao Comando de Viana foram soltos. Tencionavam apresentar queixa lá mesmo e não lhes permitiram.

Alguns deles apresentam hematomas e escoriações em várias partes do corpo fruto da agressão a que foram alvo.

Notícia em desenvolvimento

Partilhe este Artigo