O presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF) alertou hoje para as consequências “muito negativas” junto das instituições internacionais de actos de vandalismo, como o que no domingo terminou com a morte de um adepto.

N uma mensagem assinada pelo general Pedro de Morais Neto, e antecipando uma jornada que no fim-de-semana conta com dois dérbis em Luanda, o líder da FAF apela ao cumprimento das regras de conduta por parte dos adeptos.

“Os actos de vandalismo são prejudiciais e podem ter consequências muito negativas junto das instâncias internacionais, nomeadamente na CAF [Confederação Africana de Futebol] e na FIFA, portanto apelamos ao ‘fair-play'”, lê-se na mesma mensagem.

Uma rixa entre adeptos da Académica do Lobito e do Kabuscorp do Palanca provocou, no domingo passado, um morto, oito feridos e vários danos materiais na província angolana de Benguela.

Em causa, esteve o comportamento dos adeptos no final da partida entre as duas equipas, a contar para a 18ª jornada do campeonato nacional angolano ‘Girabola’ e que o Kabuscorp, de Luanda, venceu por 2-1.

Segundo a polícia, os adeptos da Académica do Lobito começaram a arremessar pedras contra os agentes policiais, jogadores adversários e árbitros, reclamando um alegado favorecimento pela equipa de arbitragem.

Para o controlo da situação foi necessário chamar a Polícia de Intervenção Rápida e da brigada canina, bem como o recurso ao lançamento de gás lacrimogéneo.

Este fim-de-semana, também a contar para o ‘Girabola’, Luanda é palco de dois dérbis da capital, entre o Petro e o ASA, e entre o Kabuscorp e o 1.º de Agosto, as equipas que mais adeptos movimentam no futebol angolano.

“Os maus comportamentos, os erros e as falhas objectivas e subjectivas dos árbitros, dos jogadores, dos treinadores e dos dirigentes serão tratados em fóruns próprios e não são da responsabilidade dos adeptos, simpatizantes e claques organizadas dos clubes intervenientes”, apela o presidente da FAF na mensagem dirigida a adeptos e protagonistas do futebol angolano.

Partilhe este Artigo