A operadora angolana de telecomunicações móveis Unitel anunciou hoje que realizou “com sucesso” uma ligação de dados na versão mais recente da tecnologia LTE Advanced (LTE-A), capaz de suportar velocidades de dados de até 450 Mbps.

A ligação experimental, de acordo com informação transmitida hoje pela Unitel, foi concretizada a 5 de Dezembro, em conjunto com a Ericsson, e permitiu demonstrar uma solução “ponta-a-ponta” numa rede comercial, com recurso a três portadoras de LTE.

A empresa garante tratar-se da primeira vez que uma velocidade de 450 Mbps (megabits por segundo) é atingida numa rede comercial de LTE em África “e uma das primeiras demonstrações deste tipo no mundo”.

“Este acontecimento confirma a maturidade e a capacidade da rede da Unitel para suportar esta velocidade de dados em tecnologia LTE-A”, afirma a empresa.

A tecnologia LTE-A Carrier Aggregation, utilizada nesta demonstração, possibilita, esclarece ainda a Unitel, a utilização “mais eficiente” do espectro disponível, permitindo aos utilizadores do serviço de dados “downloads mais rápidos” e “uma melhor performance das suas aplicações”.

Na mesma informação, o administrador e director-geral da Unitel, Amílcar Safeca, afirma tratar-se de uma demonstração que “comprova” a liderança na inovação tecnológica “não só em Angola, mas também a nível internacional”.

“Paralelamente pretende garantir que a nossa rede tem as capacidades necessárias para estar entre as tecnologicamente mais avançadas em África e no mundo”, apontou o administrador, sem adiantar prazos para o início da comercialização destas velocidades de ligação.

A Unitel e a Ericsson já tinham realizado em 2013 a primeira demonstração em África da tecnologia LTE-A, agregando duas portadoras, contra as três portadoras de LTE de 20 MHz cada testada na última versão.

A marca angolana conta mais de 11 milhões de clientes, cobre cerca de 95 por cento da população do país, e garante que foi das primeiras operadoras a lançar comercialmente a rede 4G em África.

Partilhe este Artigo